Pessoas estão fazendo cirurgia para ficar parecidas com filtros

As internet está cada vez mais prejudicial para muitas pessoas, principalmente os jovens.

Pessoas estão fazendo cirurgia para ficar parecidas com filtros
Escrito por: Ms Redação 09 de agosto de 2018 23h41 Comentários

Um novo artigo no Journal of American Medical Association revela que um número surpreendente de pacientes de cirurgia plástica lista "selfies" como uma motivação primária por trás da obtenção de um procedimento estético. -Os médicos chamam isso de "Dismorfia do Snapchat", quando os pacientes "procuram cirurgia plástica para se parecer com versões filtradas de si mesmos, com lábios mais cheios, olhos maiores ou nariz mais fino".

O estudo diz que "esta é uma tendência alarmante porque essas selfies filtradas muitas vezes apresentam uma aparência inatingível e estão desfocando a linha de realidade e fantasia para esses pacientes." Crystal de 26 anos de idade fez cirurgia plástica para se assemelhar intencionalmente ao rosto com o filtro "Coroa de flor” no Snapchat.

Ela disse à BBC: “Eu não pude deixar de notar a maneira como o filtro do Snapchat mudou meu rosto. Aumentava meu queixo, contornava minhas maçãs do rosto e endireitava meu nariz, algo com o qual eu sempre fui complexada."

Agora, é importante notar que "Snapchat Dysmorphia", ou Dismorfia do Snapchat é apenas um termo coloquial e não é atualmente uma condição diagnosticável. Seu primo mais próximo, o Transtorno Dismórfico Corporal, é um verdadeiro transtorno mental, e vários estudos nos últimos anos revelaram que a mídia social gerou um enorme aumento em sua visibilidade.

Mas nem todo mundo acha que essa tendência crescente é uma coisa ruim.

O cirurgião plástico Dr. David Mabrie, com sede em San Francisco, diz que as pessoas costumavam vir apenas com fotos de celebridades que queriam se assemelhar. Ele disse: “Eu prefiro trabalhar com uma foto real de alguém, porque eles têm uma noção de como eles podem ser com preenchimento ou Botox. Eles não têm uma expectativa irreal de que vão magicamente se transformar em Kylie Jenner. ”

Parece que em 2018, parecer uma celebridade não é tão importante quanto a simetria facial vista como requisito para a selfie perfeita. O que os psicólogos se preocupam, porém, e isso é apoiado por evidências científicas, é que a cirurgia estética realmente tornará a auto estima de alguém pior, não melhor.

Isso ocorre porque os pacientes frequentemente não gostam da maneira como ficam depois da cirurgia, o que os encoraja a fazer ainda mais. Mas, o Snapchat não deveria se preocupar com isso piorando a sua reputação.

Instagram ainda usa a coroa de flores para a plataforma de mídia social pior para a saúde mental de um jovem.  Sendo comprovadamente um agravante para a ansiedade, depressão, insônia e problemas de imagem corporal.

O médico que cunhou o termo "Dismorfia do Snapchat", no entanto, sugere que os cirurgiões estéticos devem fazer o seu melhor para não operar em pacientes com comportamento baseado em sentimentos. Ele diz que "Tratar pacientes que mostram bandeiras vermelhas não é apenas antiético, mas também prejudicial ao paciente, já que eles precisam de algo que nenhuma agulha ou bisturi possa fornecer".

O surgimento de selfies como uma das principais formas de nossos rostos aparecerem nas imagens também pode estar contribuindo para o aumento da cirurgia plástica. Isso porque as selfies distorcem nosso rosto, agindo quase como um espelho de parques de diversões fazendo o cérebro enxergar nossos narizes maiores do que são. E quanto mais as pessoas vêem seus narizes parecendo maiores, maior a probabilidade de elas irem atrás de uma rinoplastia.

Você pode querer ver...
Mulher que médicos pensava estar grávida carrega cisto de 25kg
Entretenimento Há 1 semana
Mulher que médicos pensava estar grávida carrega cisto de 25kg Ela nunca notou que algo parecia estar errado, até começar a ter um tamanho maior do que qualquer um consideraria normal.
Descoberta nova bactéria na Estação Especial Internacional
Ciência Há 2 semanas
Descoberta nova bactéria na Estação Especial Internacional A bactéria que não existe na Terra (ainda) é resistente a antibióticos.
Novo dinossauro brasileiro é nomeado
Entretenimento Há 2 semanas
Novo dinossauro brasileiro é nomeado "Thanos" A nova criatura pré-histórica foi descoberta em São José do Rio Preto.
Banheiros do futuro poderão detectar câncer pela urina
Entretenimento Há 2 semanas
Banheiros do futuro poderão detectar câncer pela urina Um dos principais métodos para testar a saúde humana é através da urina, no futuro poderemos ter estes testes em casa.
Implantes cerebrais permitem que PCDs usem a internet
Ciência Há 2 semanas
Implantes cerebrais permitem que PCDs usem a internet Pacientes tetraplégicos puderam controlar tablets comerciais apenas com o cérebro.
Criadas as primeiras crianças geneticamente modificadas
Ciência Há 2 semanas
Criadas as primeiras crianças geneticamente modificadas Segundo o Cientista He Jiankui ele ajudou a criar duas gêmeas com genética modificada.
Últimas postagens
1
11 imagens que mostram o drama de esperar a namorada nas compras
2
Lembra do Knickers? Acharam um boi ainda maior do que ele
3
A história da mulher que é alérgica ao frio
4
O piloto alemão que arriscou tudo para salvar inimigos na WWII
5
9 imagens que mostram um pouco as dificuldades da paternidade
6
Mulher que médicos pensava estar grávida carrega cisto de 25kg
7
Empresa na China multa funcionários que não andam o suficiente
8
Time de futebol finge morte de jogador para adiar jogo
9
Você conhece a réplica em tamanho real da arca de Noé?
10
Descoberta nova bactéria na Estação Especial Internacional
Parceiros
Publicidade