O Quênia está sendo quebrado no meio - Entenda o porque

A área do EARS está se tornando um problema público com novas rachaduras aparecendo.

O Quênia está sendo quebrado no meio - Entenda o porque
Escrito por: Ms Redação 21 de março de 2018 23h25 Comentários

Estão aparecendo na internet várias imagens que mostram rachaduras enormes no Quênia, principalmente em Narok County. Uma das rachaduras tem 15 metros de profundidade e 20 metros de largura.

Em uma entrevista ao Daily Nation, um geólogo sugeriu que o fenômeno estranho é a manifestação das “zonas de fraqueza” na região. Algumas das rachaduras são novas, mas algumas são antigas e estavam apenas escondidas por cinzas vulcânicas que foram lavadas pelas chuvas fortes.

Este fenômeno levou um certo drama geológico para a área, fazendo com que famílias evacuassem. Uma das famílias estavam durante uma refeição quando foram forçadas a fugir quando uma rachadura abriu debaixo de sua casa.

Mas o que está acontecendo exatamente?

Esta parte do Quênia está claramente demonstrando sinas bem extremos em sua superfície. Aparentemente isto está acontecendo por causa das falhas geológicas da região.

A África Oriental está quebrando no nomeio. Uma placa tectônica gigante de 5 mil km de comprimento está deslizando junto da seção leste do continente, o que está manifestado na superfície do Grande Sistema de Falhas da África Oriental (EARS).

A placa africana se dividiu na placa da Somália e da Núbia, que estão se distanciado uma da outra, um processo que começou a 25 milhões de anos atrás. A placa árabe também está se movendo e o resultado é uma tripla junção no formato de Y.

Esta área ativa de falhas tem uma taxa incrivelmente lenta de dispersão, se separando apenas alguns milímetros por ano. Isso quer dizer que daqui 10 milhões de anos, haverá um novo oceano entre as pacas.

Atualmente, as rachaduras estão causando graves problemas para o governo Queniano que está tentando encontrar soluções diferentes de rota para a passagem de pessoas e veículos, sem contar a realocação de alguns moradores.

Você pode querer ver...
Natal: como não engordar nessa época?
Curiosidades Há 3 mêss
Natal: como não engordar nessa época? De acordo com uma pesquisa realizada por cientistas, se você prestar atenção em dicas simples sem exagerar nas bebidas e comidas o ganho de peso é muito menor no fim de ano.
Pelos: por que temos?
Ciência Há 3 mêss
Pelos: por que temos? Essa pergunta foi respondida, pelos menos parcialmente, por pesquisadores da Universidade da Pensilvânia que publicaram um estudo na revista científica Cell Reports.
Aplicativo promete detectar anemia sem agulhas
Curiosidades Há 3 mêss
Aplicativo promete detectar anemia sem agulhas De acordo com os autores, os resultados são animadores e que pretendem disponibilizar para download até o fim do primeiro semestre de 2019.
Novos sóis e novos planetas: vida fora da Terra?
Curiosidades Há 3 mêss
Novos sóis e novos planetas: vida fora da Terra? O estudo demonstra que esses planetas sejam rochosos, havendo um equilíbrio para a existência de vida nesses planetas.
Primeira pomada contra picada de aranha
Ciência Há 3 mêss
Primeira pomada contra picada de aranha Pesquisadores do Instituto Butatã (IB) anunciaram a produção de uma pomada capaz de salvar uma pessoa de uma picada de aranha-marrom (Loxosceles sp).
Aranha amamenta seus filhotes?
Curiosidades Há 3 mêss
Aranha amamenta seus filhotes? Pesquisadores chineses afirmam que sim. Eles descobriram que uma espécie de aranha age de modo semelhante com seus filhotes.
Últimas postagens
1
Coisas esquisitas que são ou foram proibidas em outros países
2
5 objetos nojentos que você nem imaginava
3
Conheça mais sobre o Massacre em Suzano
4
Confira como seriam alguns rappers famosos sem suas tatuagens
5
Canais bizarros no Youtube
6
A mulher que se casou com uma boneca zumbi
7
5 mortes bizarras durante o sexo
8
5 coisas proibidas na Coreia do Norte
9
As 5 profissões mais bem remuneradas da Angola
10
5 imagens que vão 'bugar' seu cérebro!
Parceiros
Publicidade