Narval perdido é adotado por grupo de baleias beluga

Além da estranha adoção, o grupo foi encontrado bem longe do seu ambiente típico.

Narval perdido é adotado por grupo de baleias beluga
Escrito por: Ms Redação 14 de setembro de 2018 19h10 Comentários

Encalhado a quilômetros e quilômetros de distância de casa, as coisas não pareciam muito boas para um narval perdido. Felizmente, o jovem errante está indo muito bem graças aos seus novos amigos, uma gangue local de baleias beluga.

O grupo nada conveniente foi localizado nas águas do rio São Lourenço, perto da província de Quebec, pelo Grupo de Pesquisa e Educação de Mamíferos Marinhos (GREMM) em julho.

Todos os anos, os pesquisadores do GREMM se dirigem ao rio e ao seu estuário para contar e fotografar os grupos de baleias beluga. Para sua surpresa, eles notaram uma estranha adição à turma: um jovem narval, a cerca de mil quilômetros ao sul de sua habitual região ártica. Ao que tudo indica, o narval perdido foi adotado pelas belugas, vivendo alegremente ao lado delas, apesar de suas óbvias diferenças.

Você pode ver o narval na imagem acima graças à sua coloração cinza salpicada e sua longa presa única.

"Ele se comporta como se fosse um dos filhos da baleia", disse Robert Michaud, presidente e diretor científico da GREMM, à CBC News.

É realmente surpreendente como as baleias beluga, e muito mais surpreendente os narvais, estejam no rio São Lourenço, já que elas são encontradas principalmente nas águas geladas do Ártico. As mais ou menos 120 baleias que vivem na área são uma população isolada que não costuma migrar tanto quanto os outros.

"Eu não acho que isso deveria surpreender as pessoas", acrescentou Martin Nweeia, pesquisador e especialista em narval da Universidade de Harvard. "Eu acho que isso mostra ... a compaixão e a abertura de outras espécies para receber outro membro que pode não parecer ou agir da mesma forma. E talvez seja uma boa lição para todos. "

Mesmo que estas duas espécies possam parecer um pouco diferentes, elas são na verdade os dois únicos membros da família dos cetáceos Monodontidae. Ambos são mamíferos marinhos altamente sociáveis, embora os narvais tendam a ficar em mares profundos, cobertos por uma camada de gelo espesso.

"Devido à mudança climática sendo observada no Ártico, há uma chance de que essas duas espécies relacionadas ... possam se encontrar na companhia umas das outras cada vez com mais frequência nas próximas décadas", disse a GREMM em um post.

“Já vemos esse fenômeno em outras espécies, como o urso polar e o pardo, que até começaram a procriar juntos.”

Há também muitas evidências para sugerir que eles tiveram encontros próximos uns com os outros antes. Em 1993, um estudo científico documentou o crânio de um aparente cruzamento entre um narval e uma baleia beluga, embora o teste de DNA nunca tenha sido realizado para confirmar essa teoria.

Você pode querer ver...
Veja a 1ª imagem de um buraco negro da história, um verdadeiro 'monstro' maior que o Sistema Solar
Ciência Há 3 mêss
Veja a 1ª imagem de um buraco negro da história, um verdadeiro 'monstro' maior que o Sistema Solar Primeira imagem de um buraco negro é finalmente tirada e ele é considerado um verdadeiro ‘monstro’ pelos Astrônomos.
Natal: como não engordar nessa época?
Curiosidades Há 7 mêss
Natal: como não engordar nessa época? De acordo com uma pesquisa realizada por cientistas, se você prestar atenção em dicas simples sem exagerar nas bebidas e comidas o ganho de peso é muito menor no fim de ano.
Pelos: por que temos?
Ciência Há 7 mêss
Pelos: por que temos? Essa pergunta foi respondida, pelos menos parcialmente, por pesquisadores da Universidade da Pensilvânia que publicaram um estudo na revista científica Cell Reports.
Aplicativo promete detectar anemia sem agulhas
Curiosidades Há 7 mêss
Aplicativo promete detectar anemia sem agulhas De acordo com os autores, os resultados são animadores e que pretendem disponibilizar para download até o fim do primeiro semestre de 2019.
Novos sóis e novos planetas: vida fora da Terra?
Curiosidades Há 7 mêss
Novos sóis e novos planetas: vida fora da Terra? O estudo demonstra que esses planetas sejam rochosos, havendo um equilíbrio para a existência de vida nesses planetas.
Primeira pomada contra picada de aranha
Ciência Há 7 mêss
Primeira pomada contra picada de aranha Pesquisadores do Instituto Butatã (IB) anunciaram a produção de uma pomada capaz de salvar uma pessoa de uma picada de aranha-marrom (Loxosceles sp).
Últimas postagens
1
5 canais que estão no Youtube e que são no mínimo inusitados
2
Quais são os próximos filmes da Marvel que já foram confirmados?
3
Os 5 lugares mais sujos da sua casa
4
O futuro da Marvel – Novo trailer Homem-Aranha: Longe de Casa
5
Os empregos mais estranhos do mundo
6
Redmi lança versão “Avengers Edition” para Redmi 7 e Note 7
7
Ferramentas incríveis escondidas no Google
8
Quanto tempo cada herói apareceu em Vingadores: Ultimato
9
Vingadores Ultimato em busca do recorde de Bilheteria
10
Samurai 8: The Tale Of Hachimaru – Novo mangá de Kishimoto
Parceiros
Publicidade