Nariz escorrendo era, na verdade, cérebro vazando

Lembra daquela piada do Chaves? Pois é. Ela pode ser bem real.

Nariz escorrendo era, na verdade, cérebro vazando
Escrito por: Ms Redação 15 de maio de 2018 16h11 Comentários

Uma mulher de Nebraska passou anos sofrendo com a sensação de líquido escorrendo pelo nariz e dores de cabeça constantes, mas apesar de sua preocupação, ela era sempre diagnosticada com uma alergia simples

Segundo um relatório da KETV-7 ABC, as mudanças desagradáveis ??começaram dois anos depois de Kendra Jackson ter sofrido traumatismo craniano moderado em um acidente de carro em 2013. Após o impacto, o rosto de Jackson colidiu com o painel.

"Em todos os lugares que eu fui, eu sempre tinha uma caixa de lenços sempre enfiada no meu bolso", disse Jackson à estação. "Eu sabia que algo estava errado. Eu sabia."

Quando ela percebeu que seus problemas eram mais do que apenas um resfriado passageiro, ela procurou um médico.

“Eu não conseguia dormir. Eu era como um zumbi. Eu fiquei acordada a noite toda."

Finalmente, médicos da Nebraska Medicine em Omaha usaram sondas com  câmera para investigar seu ducto nasal e cavidades sinusais. Eles encontraram um pequeno orifício entre o crânio e as narinas que vazava aproximadamente 235 mililitros de líquido cefalorraquidiano (LCR) por dia.

O LCR é um líquido incolor produzido e armazenado em ventrículos especiais no cérebro e também preenche o canal central da medula espinhal. O CSF circulante ajuda a manter a pressão ideal dentro dos tecidos e vasos sanguíneos no crânio e distribui as células imunológicas em alerta para os patógenos. Pesquisas recentes mostraram que nos mamíferos, uma onda de líquido cefalorraquidiano flui através dos espaços entre as células cerebrais, transportando moléculas essenciais e removendo subprodutos metabólicos tóxicos e detritos celulares. Esse processo ocorre durante o sono, explicando parcialmente a relação de longa data entre o sono adequado e a função cerebral.

O corpo produz continuamente o LCR, são cerca de 500 mililitros por dia. Quando o cérebro esgota esse fluido crucial através de um vazamento, o cérebro essencialmente murcha dentro do crânio, levando à dor de cabeça que Jackson teve.

De acordo com o departamento de neurocirurgia de Cedros-Sinai, os vazamentos de líquido cefalorraquidiano ocorrem quando trauma ou acidentes durante procedimentos cirúrgicos criam uma abertura na "dura" e membranas aracnoides mais delicadas que circundam o cérebro e a medula espinhal. O sintoma mais revelador é uma dor de cabeça que melhora quando se deita e piora quando sentado ou em pé, embora os pacientes também sintam dor ou rigidez no pescoço, náusea, vertigem, alterações na visão e / ou audição, alterações no paladar e muito mais.

Se um paciente com um ferimento que é muito grande para se curar sozinho não recebe tratamento, os patógenos podem entrar nas membranas, resultando em um número de infecções potencialmente mortais coletivamente referidas como meningite.

Felizmente, o vazamento de Jackson foi facilmente reparado por cirurgiões, que usaram um pedaço de tecido adiposo para tapar o buraco. Embora ela precise ser monitorada nos próximos meses, ela deve se recuperar totalmente.

Você pode querer ver...
Natal: como não engordar nessa época?
Curiosidades Há 2 mêss
Natal: como não engordar nessa época? De acordo com uma pesquisa realizada por cientistas, se você prestar atenção em dicas simples sem exagerar nas bebidas e comidas o ganho de peso é muito menor no fim de ano.
Pelos: por que temos?
Ciência Há 2 mêss
Pelos: por que temos? Essa pergunta foi respondida, pelos menos parcialmente, por pesquisadores da Universidade da Pensilvânia que publicaram um estudo na revista científica Cell Reports.
Aplicativo promete detectar anemia sem agulhas
Curiosidades Há 2 mêss
Aplicativo promete detectar anemia sem agulhas De acordo com os autores, os resultados são animadores e que pretendem disponibilizar para download até o fim do primeiro semestre de 2019.
Novos sóis e novos planetas: vida fora da Terra?
Curiosidades Há 2 mêss
Novos sóis e novos planetas: vida fora da Terra? O estudo demonstra que esses planetas sejam rochosos, havendo um equilíbrio para a existência de vida nesses planetas.
Primeira pomada contra picada de aranha
Ciência Há 2 mêss
Primeira pomada contra picada de aranha Pesquisadores do Instituto Butatã (IB) anunciaram a produção de uma pomada capaz de salvar uma pessoa de uma picada de aranha-marrom (Loxosceles sp).
Aranha amamenta seus filhotes?
Curiosidades Há 2 mêss
Aranha amamenta seus filhotes? Pesquisadores chineses afirmam que sim. Eles descobriram que uma espécie de aranha age de modo semelhante com seus filhotes.
Últimas postagens
1
5 mortes bizarras durante o sexo
2
5 coisas proibidas na Coreia do Norte
3
As 5 profissões mais bem remuneradas da Angola
4
5 imagens que vão 'bugar' seu cérebro!
5
Animais que são parecidos com dragões
6
Piores insetos do mundo
7
Melhores posições para dormir
8
Casamento entre homem e holograma
9
Charles Darwin economista
10
Anfíbio: 'homenagem' a Donald Trump
Parceiros
Publicidade