Missão para limpar a orbita da terra começa e conta com um arpão

O RemoveDEBRIS será testado para demonstrar a sua capacidade de remover lixo da orbita da terra usando redes e um arpão.

Missão para limpar a orbita da terra começa e conta com um arpão
Escrito por: Ms Redação 03 de abril de 2018 16h41 Comentários

Um satélite experimental foi lançado ao espaço a bordo de um foguete SpaceX Falcon9 em 2 de abril. A missão do satélite? Limpar os mais de 21.000 pedaços de lixo que estão atualmente em órbita baixa ao redor da Terra.

Viajando a até 28.200 quilômetros por hora, qualquer objeto maior que 1 centímetro representa uma ameaça constante a satélites, estações espaciais tripuladas e veículos de missões. E, infelizmente, nosso depósito flutuante contém pedaços de detritos tão grandes quanto os ônibus de dois andares.

Além de constantemente rastrear os movimentos desses objetos, pouco foi feito para tirá-los de órbita - até agora. RemoveDEBRIS, desenvolvido por um grupo de pesquisa internacional liderado pelo Centro Espacial Surrey, na Universidade de Surrey, Reino Unido, apresenta duas possíveis tecnologias que começarão a ser testadas pelos astronautas da Estação Espacial Internacional (ISS).

O satélite de 100 quilos, equipado com câmera e vídeo, será montado dentro da ISS e colocado em órbita fora da estação por um braço robótico.

A primeira a ser avaliada é a tecnologia de captura por rede do RemoveDEBRIS, onde, como o nome sugere, uma rede de projétil terá como alvo um pedaço artificial de lixo. A rede estará compacta em um cubo de 10 centímetros com um balão inflável lançado da unidade removedora. Se tudo correr de acordo com o planejado, a rede envolverá o cubesat e o balão, forçando os objetos a saírem da órbita (e consequentemente se queimarem na reentrada).

Em seguida, o sistema de navegação automatizado baseado na visão da unidade RemoveDebris para caracterizar e rastrear o lixo espacial será avaliado enviando um segundo cubo.

A verdadeira diversão vai começar quando o segundo método de caça-tranqueira for usado. Um arpão em miniatura, é disparado no segundo cubo a fim de derrubá-lo da órbita.

E por último, mas não menos importante, para evitar tornar-se lixo espacial, a plataforma RemoveDebris deve mostrar que pode sair de órbita quando a sua missão de teste terminar. Para conseguir isso, a unidade irá desdobrar uma grande vela, que pegará as moléculas de ar espalhadas pelo topo da atmosfera e criará um freio. Isso, por sua vez, puxará rapidamente a unidade de volta para a Terra.

Uma vez que essas quatro fases tenham sido concluídas, a equipe analisará quais partes da missão foram bem-sucedidas e quais precisam ser melhoradas.

"Todas essas tecnologias diferentes têm suas vantagens e desvantagens", disse o investigador principal, professor Guglielmo Aglietti, à BBC. "Por exemplo, os que estamos testando - a rede e o arpão - são simples e de baixo custo, mas podem ser considerados mais arriscados em certas circunstâncias do que um braço robótico.

Por outro lado, se o seu pedaço de detritos está girando muito rápido, torna-se muito difícil capturá-lo com um braço robótico e uma abordagem com uma rede pode funcionar melhor."

 

Você pode querer ver...
A história da mulher que engravidou mesmo sem ter vagina
Curiosidades Há 10 horas
A história da mulher que engravidou mesmo sem ter vagina A história confundiu até mesmo os médicos e é muito mais estranha do que se pode imaginar.
Parece ficção! conheça o Elevador para o Espaço.
Ciência Há 12 horas
Parece ficção! conheça o Elevador para o Espaço. A ideia do grupo é construir um elevador com capacidade para no máximo 30 pessoas, com formato oval que rasgará os céus a 200km/h em um total de oito dias.
Conheça a vacina auto aplicável e que pode ser enviada por Correio!
Curiosidades Há 12 horas
Conheça a vacina auto aplicável e que pode ser enviada por Correio! A ideia é que, se você precisar tomar uma vacina para a gripe por exemplo, mas não tem condições de ir a uma clínica pagar para aplicar a vacina.
Pombos e azar: Como o Tinder foi desenhado para ser viciante
Curiosidades Há 13 horas
Pombos e azar: Como o Tinder foi desenhado para ser viciante Conheça o estudo realizado nos anos 40 que foi responsável pela criação do recurso de "deslizar para a direita"
Pesadelo: Teia de mais de 300 metros aparece em cidade da Grécia
Curiosidades Há 1 dia
Pesadelo: Teia de mais de 300 metros aparece em cidade da Grécia Por causa do calor e do tempo úmido as aranhas estão se produzindo rapidamente.
Conheça a menina que nasceu com olhos de Anime
Ciência Há 2 dias
Conheça a menina que nasceu com olhos de Anime Mehlani Martinez tem essa aparência naturalmente graças a uma condição rara que torna suas pupilas incomumente grandes.
Últimas postagens
1
A história da mulher que engravidou mesmo sem ter vagina
2
Cafeteria coreana faz sucesso ao parecer história em quadrinhos
3
Parece ficção! conheça o Elevador para o Espaço.
4
Curioso! Quatis estão usando sabonetes para se higienizarem.
5
9 ideias que com certeza vão melhorar o dia-a-dia nas cidades
6
Conheça a vacina auto aplicável e que pode ser enviada por Correio!
7
Pombos e azar: Como o Tinder foi desenhado para ser viciante
8
9 atos de bondade que vão alegrar o seu dia
9
Nova fonte pode aumentar as suas redações em até 10%
10
Curiosidades históricas sobre a saúde e higiene do passado
Parceiros
Publicidade