Implantes cerebrais permitem que PCDs usem a internet

Pacientes tetraplégicos puderam controlar tablets comerciais apenas com o cérebro.

Implantes cerebrais permitem que PCDs usem a internet
Foto: Braingate Collaboration
Escrito por: Ms Redação 27 de novembro de 2018 20h52 Comentários

Pesquisas recentes mostraram que pacientes paralisados ??podem controlar um tablet comercial usando implantes de chips conectados a seus cérebros. A interface cérebro-computador (BCI) permitiu que os sujeitos da pesquisa movessem um cursor e clicassem usando nada mais que seus pensamentos.

Este é um avanço importante. Os três pacientes sofreram de tetraplegia, o que os impossibilitou de usar seus membros. Dois tinham esclerose lateral amiotrófica (ELA) e o outro, lesão medular. Graças a este BCI em particular, eles puderam usar aplicativos de e-mail, bate-papo, música e streaming de vídeo. Eles conseguiram navegar na Web e executar tarefas como fazer compras on-line com facilidade. Eles até conseguiram tocar um piano virtual. Os resultados são relatados na revista PLOS ONE.

"Foi ótimo ver nossos participantes fazerem as tarefas que pedimos a eles, mas a parte mais gratificante e divertida do estudo foi quando eles fizeram o que eles queriam fazer - usando os aplicativos que eles gostavam para fazer compras, assistindo a vídeos ou apenas conversando com amigos ", disse o principal autor do estudo, Paul Nuyujukian, bioengenheiro de Stanford, em um comunicado. "Um dos participantes nos disse no início dos testes que uma das coisas que ela realmente queria fazer era tocar música novamente. Então, vê-la tocar em um teclado digital foi fantástico ”.

O trabalho foi feito pela colaboração BrainGate, que trabalhou para tornar os BCIs uma realidade para muitos anos. O chip é do tamanho de uma pequena pílula e é colocado no córtex do cérebro. O sensor registra a atividade neural ligada aos movimentos pretendidos. Esta informação é então decodificada e enviada para dispositivos externos. A mesma abordagem do BrainGate e de outros grupos permitiu que as pessoas movimentassem membros robóticos.

"Durante anos, a colaboração do BrainGate tem trabalhado para desenvolver o know-how em neurociência e neuroengenharia para permitir que pessoas que perderam habilidades motoras controlem dispositivos externos apenas pensando no movimento de seu próprio braço ou mão", disse o Dr. Jaimie Henderson, um autor sênior do jornal e neurocirurgião da Universidade de Stanford. "Neste estudo, aproveitamos esse know-how para restaurar a capacidade das pessoas de controlar exatamente as mesmas tecnologias cotidianas que estavam usando antes do início de suas doenças. Foi maravilhoso ver os participantes se expressarem ou apenas encontrarem uma música que eles querem ouvir. "

A abordagem permitirá que pessoas paralisadas se comuniquem mais facilmente com sua família e amigos. Também permitirá que eles ajudem seus cuidadores a tomar melhores decisões em relação aos problemas de saúde em curso. Essa tecnologia pode melhorar drasticamente a qualidade de vida de muitas pessoas.

Você pode querer ver...
Natal: como não engordar nessa época?
Curiosidades Há 4 dias
Natal: como não engordar nessa época? De acordo com uma pesquisa realizada por cientistas, se você prestar atenção em dicas simples sem exagerar nas bebidas e comidas o ganho de peso é muito menor no fim de ano.
Pelos: por que temos?
Ciência Há 17 horas
Pelos: por que temos? Essa pergunta foi respondida, pelos menos parcialmente, por pesquisadores da Universidade da Pensilvânia que publicaram um estudo na revista científica Cell Reports.
Aplicativo promete detectar anemia sem agulhas
Curiosidades Há 4 dias
Aplicativo promete detectar anemia sem agulhas De acordo com os autores, os resultados são animadores e que pretendem disponibilizar para download até o fim do primeiro semestre de 2019.
Novos sóis e novos planetas: vida fora da Terra?
Curiosidades Há 5 dias
Novos sóis e novos planetas: vida fora da Terra? O estudo demonstra que esses planetas sejam rochosos, havendo um equilíbrio para a existência de vida nesses planetas.
Primeira pomada contra picada de aranha
Ciência Há 18 horas
Primeira pomada contra picada de aranha Pesquisadores do Instituto Butatã (IB) anunciaram a produção de uma pomada capaz de salvar uma pessoa de uma picada de aranha-marrom (Loxosceles sp).
Aranha amamenta seus filhotes?
Curiosidades Há 1 dia
Aranha amamenta seus filhotes? Pesquisadores chineses afirmam que sim. Eles descobriram que uma espécie de aranha age de modo semelhante com seus filhotes.
Últimas postagens
1
Natal: como não engordar nessa época?
2
Pelos: por que temos?
3
Aplicativo promete detectar anemia sem agulhas
4
Novos sóis e novos planetas: vida fora da Terra?
5
Primeira pomada contra picada de aranha
6
Aranha amamenta seus filhotes?
7
Bactérias, novas aliadas na luta contra o Câncer?
8
Peixes que curam corações
9
Casais parecidos são mais bem sucedidos?
10
Descoberto novo planeta parecido com a Terra
Parceiros
Publicidade