Implante permite diabéticos controlar a glicose usando café

Segundo o conceito, a ideia é administrar insulina no organismo de acordo com a dose de cafeína no sangue.

Implante permite diabéticos controlar a glicose usando café
Escrito por: Ms Redação 20 de junho de 2018 22h56 Comentários

Em um futuro não tão distante, os diabéticos tipo 2 podem ser capazes de abrir mão de bombas de insulina e, em vez disso, gerenciar sua condição com uma dose de expresso ou uma caneca de café filtrado.

Uma equipe de pesquisadores com sede na Suíça inventou um implante que despacha medicamentos sempre que detecta cafeína na corrente sanguínea. Os resultados do primeiro estudo, publicado na Nature Communications, foram extremamente promissores - pelo menos em ratos.

O diabetes tipo 2 afeta mais de 400 milhões de pessoas em todo o mundo. Se você desenvolver a doença, significa que o corpo perdeu sua capacidade de responder à insulina e regular os níveis de glicose no sangue, ou seja, o corpo tornou-se resistente à insulina. Por causa disso, os níveis de glicose aumentam após cada refeição.

Uma maneira de gerenciar a condição é regularmente fazer testes de nível de açúcar no sangue com equipamentos especializados. Quando o nível de açúcar no sangue é monitorado, é possível ajustar uma bomba de administração de insulina para retornar aos níveis normais. É desnecessário dizer que o processo pode ser demorado, trabalhoso e inconveniente - assim, Martin Fussenegger, um biotecnólogo da ETH Zurich, Suiça, e seus colegas de trabalho criaram uma solução inovadora e fácil de usar.

A equipe projetou um implante usando células renais humanas que liberam insulina quando ativadas. Estes foram então cobertos por uma estrutura semelhante a um caviar de cápsulas de gel para impedir que o sistema imunológico do corpo atacasse as células enquanto, ao mesmo tempo, permitia a entrada da cafeína e a liberação da medicação para que ela pudesse se dispersar na corrente sanguínea.

Para testar sua nova invenção, eles usaram ratos. O implante foi inserido sob a pele de 10 ratos diabéticos que receberam uma variedade de bebidas com diferentes níveis de cafeína. Foram usados chá de ervas, coca-cola, café solúvel, chá preto e milkshakes.

Todas as bebidas, com exceção do milk-shake e chá de ervas, desencadearam a liberação da medicação. Além disso, quanto mais altos os níveis de cafeína, mais forte é a dose.

Por que usar a cafeína como gatilho (além de muitos, muitos benefícios à saúde, é claro)? Até onde os pesquisadores sabem, há muito poucos traços de cafeína na maioria das bebidas e alimentos, pelo menos não em níveis altos o suficiente para o implante registrar. Isso facilita o controle e impede que qualquer pessoa acidentalmente dispare o implante. Pelo menos em teoria.

Também torna mais fácil para a maioria das pessoas incorporá-lo em sua rotina diária, seja um em Starbucks após o café da manhã ou um chá pós-almoço.

"Você toma um chá ou café de manhã, outro depois do almoço e outro no jantar, dependendo da quantidade de insulina que você precisa para recuperar sua glicose", disse Fussenegge ao The Guardian.

Infelizmente, pode levar alguns anos até que o implante comece a ser usado para valer. O tratamento terá que passar por vários testes e ensaios, além dos testes em humanos, antes que possa ser aprovado pela OMS ou qualquer outro órgão regulador.

Você pode querer ver...
Chineses pretendem lançar lua artificial para iluminar as ruas
Entretenimento Há 1 dia
Chineses pretendem lançar lua artificial para iluminar as ruas A ideia é criar um ponto turístico, assim como diminuir o gasto com postes de luz.
O aquecimento global poderá causar a falta da cerveja
Entretenimento Há 2 dias
O aquecimento global poderá causar a falta da cerveja É, parece que agora a coisa ficou séria...
Cientistas descobriram a chave para o sucesso acadêmico
Ciência Há 3 dias
Cientistas descobriram a chave para o sucesso acadêmico Acredite, não é uma surpresa...
Dynamoterror, o parente do T.rex recém descoberto
Ciência Há 1 semana
Dynamoterror, o parente do T.rex recém descoberto Conheça mais sobre o dinossauro que tem o nome mais legal de todos os tempos.
Descoberto esqueleto de garota enterrada
Curiosidades Há 1 semana
Descoberto esqueleto de garota enterrada "como vampira" no sec. 5 Era comum que antigamente os corpos fossem enterrados de forma estanha para evitar que as doenças saíssem de seu túmulo.
Pesquisa indica que vacina da tuberculose pode reverter diabetes
Ciência Há 1 semana
Pesquisa indica que vacina da tuberculose pode reverter diabetes A vacina, inventada a quase 100 anos, contém uma versão enfraquecida de um vírus capaz de melhorar o consumo do açúcar no sangue.
Últimas postagens
1
Mulher faz incriveis fantasias de crochê para os filhos
2
Inaugurada no Vietnam cafeteria inundada com peixes vivos
3
Angulas - A comida caríssima que não tem gosto
4
Confira o trailer do Spotify que foi banido por ser assustador
5
Cubra os ouvidos: Homem bate recorde de nota musical mais alta
6
Chineses pretendem lançar lua artificial para iluminar as ruas
7
O aquecimento global poderá causar a falta da cerveja
8
Templo milenar esculpido em uma única rocha faz viraliza
9
O site que cobra 99 cents para você ver quem pagou também
10
Homem se enterra vivo na Índia para virar um deus
Parceiros
Publicidade