Conheça a doença que afeta apenas crianças de um país do mundo

Esta é uma doença que não tem explicação e afeta apenas crianças refugiadas na Suécia.

Conheça a doença que afeta apenas crianças de um país do mundo
Escrito por: Ms Redação 30 de outubro de 2017 21h47 Comentários

Existe uma condição médica que está assustando pais e mães da Suécia. Esta é uma condição psicológica que atinge apenas crianças e de um único lugar do mundo, por incrível que pareça. A “Síndrome da Resignação” está preocupando muitos profissionais e por enquanto ela não tem explicação.

Veja o caso de Sophie:

Sophie e sua família são originários de uma das antigas repúblicas da União Soviética e pediram asilo à Suécia em dezembro de 2015. Eles vivem em acomodações simples, destinadas a refugiados. Sophie parece ser uma criança saudável e completamente normal.

Porém, os olhos de Sophie estão sempre fechados e ela precisa usar fraldas o tempo inteiro, afinal ela não consegue ir ao banheiro sozinha. Uma sonda gástrica adentra seu nariz e esta é a única forma que ela se alimenta há quase dois anos.

A pressão sanguínea dela é normal", diz a médica Elisabeth Hultcrantz, voluntária da ONG Médicos do Mundo.

"Mas seu pulso está um pouco acelerado hoje. Talvez ela esteja reagindo à visita de muitas pessoas hoje". Hultcrantz testa os reflexos de Sophie. Tudo parece normal. Mas a criança não se mexe.

A médica se preocupa, pois Sophie sequer abre a boca. Isso pode ser perigoso, pois a menina pode se engasgar se houver qualquer problema com a sonda gástrica.

Mas como uma criança, saudável e cheia de energia pode ter ficado nesta situação?

"Quando explica aos pais o que aconteceu, digo que o mundo foi tão terrível que Sophie trancou-se dentro de si própria, desconectando as partes conscientes de seu cérebro", diz a médica.

Sophie não é um caso único: por quase vinte anos, a Suécia tem enfrentado uma misteriosa doença, batizada de Síndrome da Resignação. Ela afeta apenas crianças solicitantes de asilo ou refugiadas, e todas simplesmente "desligam"- param de andar, falar ou mesmo abrir os olhos. A boa notícia é que se recuperam.

Você pode querer ver...
Natal: como não engordar nessa época?
Curiosidades Há 3 mêss
Natal: como não engordar nessa época? De acordo com uma pesquisa realizada por cientistas, se você prestar atenção em dicas simples sem exagerar nas bebidas e comidas o ganho de peso é muito menor no fim de ano.
Pelos: por que temos?
Ciência Há 3 mêss
Pelos: por que temos? Essa pergunta foi respondida, pelos menos parcialmente, por pesquisadores da Universidade da Pensilvânia que publicaram um estudo na revista científica Cell Reports.
Aplicativo promete detectar anemia sem agulhas
Curiosidades Há 3 mêss
Aplicativo promete detectar anemia sem agulhas De acordo com os autores, os resultados são animadores e que pretendem disponibilizar para download até o fim do primeiro semestre de 2019.
Novos sóis e novos planetas: vida fora da Terra?
Curiosidades Há 3 mêss
Novos sóis e novos planetas: vida fora da Terra? O estudo demonstra que esses planetas sejam rochosos, havendo um equilíbrio para a existência de vida nesses planetas.
Primeira pomada contra picada de aranha
Ciência Há 3 mêss
Primeira pomada contra picada de aranha Pesquisadores do Instituto Butatã (IB) anunciaram a produção de uma pomada capaz de salvar uma pessoa de uma picada de aranha-marrom (Loxosceles sp).
Aranha amamenta seus filhotes?
Curiosidades Há 3 mêss
Aranha amamenta seus filhotes? Pesquisadores chineses afirmam que sim. Eles descobriram que uma espécie de aranha age de modo semelhante com seus filhotes.
Últimas postagens
1
Coisas esquisitas que são ou foram proibidas em outros países
2
5 objetos nojentos que você nem imaginava
3
Conheça mais sobre o Massacre em Suzano
4
Confira como seriam alguns rappers famosos sem suas tatuagens
5
Canais bizarros no Youtube
6
A mulher que se casou com uma boneca zumbi
7
5 mortes bizarras durante o sexo
8
5 coisas proibidas na Coreia do Norte
9
As 5 profissões mais bem remuneradas da Angola
10
5 imagens que vão 'bugar' seu cérebro!
Parceiros
Publicidade