Antigo engenheiro do Google quer fazer uma religião tecnológica

A ideia é adorar um deus em formato de inteligência artificial.

Antigo engenheiro do Google quer fazer uma religião tecnológica
Escrito por: Ms Redação 30 de setembro de 2017 17h29 Comentários

Durante a história da humanidade, deuses antigos morreram e novos foram conjurados. E à medida que a tecnologia e as máquinas se entregam cada vez mais com nossas vidas, não é de admirar que alguns se sintam como uma nova religião se desenvolverá. Isso, pelo menos, é o pensamento do antigo engenheiro do Google, Anthony Levandowski, que, aparentemente, formou uma nova religião baseada no Vale do Silício e tem altos sonhos de adorar um deus da Inteligência Artificial.

Há poucos detalhes sobre a forma que este deus de IA pode tomar. Será benevolente e atencioso, ou com ira e vingança? Será que exigirá sacrifícios em um altar feito de placa-mãe? Ou exigirá que você beba suco enquanto faz yoga? Quem sabe? Por enquanto, teremos que esperar até novas instruções do nosso futuro deus, e espero que não façamos nada para irritá-lo enquanto isso.

A seita religiosa foi descoberta pelo Wired, que descobriu que, em 2015, Levandowski fundou uma organização religiosa com o objetivo de "desenvolver e promover a realização de uma divindade baseada na Inteligência Artificial", que foi chamada de Caminho do Futuro. Eles também encontraram documentos que mostraram como Levandowski se posicionou como CEO e Presidente do Caminho do Futuro. Talvez ele esteja tentando conseguir favor com o novo líder supremo.

A comunidade que surgiu no Vale do Silício já foi descrita por muitos como um culto à tecnologia, então talvez haja um lugar para essa nova ordem. Programadores, engenheiros e desenvolvedores chamam o momento em que as máquinas superarão os seres humanos em todos os aspectos de a "singularidade". Este é o momento em que IA se tornará tão inteligente e capaz que os seres humanos nem entenderão do que ela é capaz.

À medida que a tecnologia evoluiu, os humanos sempre se adaptaram e mudaram a religião e as divindades para se adaptarem aos tempos de mudança. Desde o advento da agricultura, matando os espíritos adorados por caçadores-coletores, ou até o deus do fogo e os vulcões sejam trocados pelos trabalhadores do aço, esta é uma ocorrência comum nas comunidades ao longo da história. Então, talvez o desenvolvimento de uma deidade baseada em computação, robótica e ciberespaço não seja tão surpreendente a longo prazo.

De qualquer forma, pode demorar um pouco até que Levandowski possa dedicar toda a sua atenção à nova Deusa, já que ele está atualmente atolado em um processo de bilhões de dólares entre duas das maiores empresas do Vale do Silício. O Google está afirmando que Levandowski roubou segredos comerciais relacionados a carros de auto-conduçãoem uma tentativa de replicar a tecnologia para seu então novo empregador, o Uber.

Talvez esta seja a progressão natural das coisas. Já foi discutido antes que adoramos a tecnologia, talvez eles estão apenas colocando um rosto à esta entidade. 

Você pode querer ver...
Mulher que médicos pensava estar grávida carrega cisto de 25kg
Entretenimento Há 1 semana
Mulher que médicos pensava estar grávida carrega cisto de 25kg Ela nunca notou que algo parecia estar errado, até começar a ter um tamanho maior do que qualquer um consideraria normal.
Descoberta nova bactéria na Estação Especial Internacional
Ciência Há 1 semana
Descoberta nova bactéria na Estação Especial Internacional A bactéria que não existe na Terra (ainda) é resistente a antibióticos.
Novo dinossauro brasileiro é nomeado
Entretenimento Há 1 semana
Novo dinossauro brasileiro é nomeado "Thanos" A nova criatura pré-histórica foi descoberta em São José do Rio Preto.
Banheiros do futuro poderão detectar câncer pela urina
Entretenimento Há 1 semana
Banheiros do futuro poderão detectar câncer pela urina Um dos principais métodos para testar a saúde humana é através da urina, no futuro poderemos ter estes testes em casa.
Implantes cerebrais permitem que PCDs usem a internet
Ciência Há 1 semana
Implantes cerebrais permitem que PCDs usem a internet Pacientes tetraplégicos puderam controlar tablets comerciais apenas com o cérebro.
Criadas as primeiras crianças geneticamente modificadas
Ciência Há 2 semanas
Criadas as primeiras crianças geneticamente modificadas Segundo o Cientista He Jiankui ele ajudou a criar duas gêmeas com genética modificada.
Últimas postagens
1
11 imagens que mostram o drama de esperar a namorada nas compras
2
Lembra do Knickers? Acharam um boi ainda maior do que ele
3
A história da mulher que é alérgica ao frio
4
O piloto alemão que arriscou tudo para salvar inimigos na WWII
5
9 imagens que mostram um pouco as dificuldades da paternidade
6
Mulher que médicos pensava estar grávida carrega cisto de 25kg
7
Empresa na China multa funcionários que não andam o suficiente
8
Time de futebol finge morte de jogador para adiar jogo
9
Você conhece a réplica em tamanho real da arca de Noé?
10
Descoberta nova bactéria na Estação Especial Internacional
Parceiros
Publicidade