Síndrome rara torna garoto alérgico a qualquer alimento do mundo

Micah pode apenas comer pêssegos e nada mais.

Síndrome rara torna garoto alérgico a qualquer alimento do mundo
Escrito por: Ms Redação 05 de dezembro de 2017 00h52 Comentários

Se você pudesse comer apenas um tipo de alimento para o resto de sua vida, algumas pessoas com certeza escolheria o pêssego, simples, mas delicioso.

O problema, é claro, é que qualquer comida se tornaria insuportável se fosse a única que você pudesse comer. Um único alimento. Em toda a refeição. Todo dia. Pêssego em tudo.

Essa é a terrível realidade para uma criança de Montreal, Canadá chamado Micah. Ele quase não conheceu nenhum outro tipo de comida em sua vida. E comer qualquer outra coisa que não for pêssego pode matar o pequeno Micah.

Micah tinha apenas 2 anos de idade quando foi diagnosticado com uma desordem debilitante chamada síndrome de enterocolite induzida por proteína alimentar ou FPIES.

Uma alergia alimentar grave, a FPIES o deixa violentamente intolerante a praticamente todos os tipos de alimentos - até o leite da própria mãe.

"O primeiro alimento sólido que tentamos foi a banana. Ele passou a vomitar quatro horas depois, seis vezes seguidas e desmainou, pálido e quase azul ", diz Masson à Global News.

Desde então, cada ingestão de alimentos tem sido um pesadelo - o resultado que abrange tudo, desde dores gastrointestinais intensas até erupções cutâneas e choque hemorrágico.

"Ele é um menino incrível com uma personalidade tão amorosa e ama tudo e todos", observa Masson em uma página GoFundMe com o objetivo de ajudar com as despesas do menino. "Ele não teve um começo fácil para a vida".

Mesmo os próprios pêssegos - o único alimento seguro de Micah - pode ser um risco para o garoto.

Ele não poder comer pêssegos congelados ou enlatados nem secos porque podem conter aditivos.

Eles também precisam ser orgânicos; Os pesticidas poderiam matar Micah.

O problema é que os pêssegos frescos e orgânicos nem sempre são abundantes, nem são baratos.

"Estamos comprando pêssegos a granel e estamos ficando sem dinheiro, pois também precisamos pagar por suas necessidades médicas ", Masson, que fica em casa para cuidar de Micah e seus dois irmãos mais velhos, comenta na página GoFundMe .

De acordo com a Fundação FPIES, não há cura para a condição. Há, no entanto, esperança.

A família de Micah está experimentando caldo de coelho como um possível alimento seguro.

"Parece estar indo bem, mas depois de duas semanas, ele só está recebendo cerca de meia colher de chá por valor de um dia. Não muito ", diz Masson à Global News.

Certamente, não é suficiente para substituir uma refeição ainda. Até então, serão pêssegos.

Você pode querer ver...
Natal: como não engordar nessa época?
Curiosidades Há 3 dias
Natal: como não engordar nessa época? De acordo com uma pesquisa realizada por cientistas, se você prestar atenção em dicas simples sem exagerar nas bebidas e comidas o ganho de peso é muito menor no fim de ano.
Aplicativo promete detectar anemia sem agulhas
Curiosidades Há 3 dias
Aplicativo promete detectar anemia sem agulhas De acordo com os autores, os resultados são animadores e que pretendem disponibilizar para download até o fim do primeiro semestre de 2019.
Novos sóis e novos planetas: vida fora da Terra?
Curiosidades Há 4 dias
Novos sóis e novos planetas: vida fora da Terra? O estudo demonstra que esses planetas sejam rochosos, havendo um equilíbrio para a existência de vida nesses planetas.
Aranha amamenta seus filhotes?
Curiosidades Há 1 hora
Aranha amamenta seus filhotes? Pesquisadores chineses afirmam que sim. Eles descobriram que uma espécie de aranha age de modo semelhante com seus filhotes.
Bactérias, novas aliadas na luta contra o Câncer?
Ciência Há 1 dia
Bactérias, novas aliadas na luta contra o Câncer? Em 2014 um grupo de pesquisadores encontraram uma bactéria que produzia alguns compostos que inibiam o desenvolvimento de gliomas, um tipo de tumor/câncer.
Peixes que curam corações
Curiosidades Há 2 dias
Peixes que curam corações Os pesquisadores descobriram que em partes do genoma do peixe existe um mecanismo que é capaz de regenerar tecidos cardíacos, ou seja, pode recuperar o tecido danificado de um coração.
Últimas postagens
1
Natal: como não engordar nessa época?
2
Aplicativo promete detectar anemia sem agulhas
3
Novos sóis e novos planetas: vida fora da Terra?
4
Aranha amamenta seus filhotes?
5
Bactérias, novas aliadas na luta contra o Câncer?
6
Peixes que curam corações
7
Casais parecidos são mais bem sucedidos?
8
Descoberto novo planeta parecido com a Terra
9
11 imagens que mostram o drama de esperar a namorada nas compras
10
Lembra do Knickers? Acharam um boi ainda maior do que ele
Parceiros
Publicidade