Qual é o verdadeiro som de um T-rex?

Quem viu Jurassic Park pode se lembrar do rugido memorável do dinossauro. Mas na verdade ele tinha um som muito mais assustador.

Qual é o verdadeiro som de um T-rex?
Escrito por: Ms Redação 05 de janeiro de 2018 19h03 Comentários

Ao assistir a Jurassic Park, o que você acha que é mais assustador, o rugido do Tyrannosaurus rex ou o ruído baixo que antecipa os seus passos? Se você acha o passo mais assustador, você está mais perto de saber como é o verdadeiro rugido de um T-rex, de acordo com o novo documentário da BBC "The Real T-Rex".

Visando explorar a "verdade surpreendente" sobre a criatura temível depois de anos de falsas declarações feitas por estúdios de Hollywood (para citar Jurassic World: "Esta criação existe para cumprir um mandato corporativo - eles querem algo maior, mais alto, com mais dentes"). Os pesquisadores criaram não só a representação CGI mais precisa de um T-rex, mas também o que eles acham que também seria o rugido da fera.

"Os ruídos mais assustadores no mundo natural hoje provêm de predadores, o uivo do lobo, o rugido do tigre, mas os especialistas agora duvidam que o T-rex tenha feita qualquer barulho como estes animais", diz o apresentador de TV e naturalista Chris Packham, que comanda o documentário.

Então, se ele não tem o rugido assustador dos filmes o que ele fazia?

Pesquisadores da Universidade do Texas, liderados pela professora Julie Clarke, testaram a teoria de que os dinossauros podem ter soado muito mais como aves e répteis do que os mamíferos predadores modernos.

Ao combinar o crescente gorjeio do abetouro euro-asiático com as vocalizações e grunhidos do crocodilo chinês e, em seguida, expandindo-o até o tamanho estimado de T-rex (cerca de 12 metros de comprimento), o que eles obtiveram foi um estrondo terrível e sinistro que arrepia os cabelos na parte de trás do pescoço.

"Esta poderia ser a primeira vez em 66 milhões de anos que este som foi ouvido na Terra", diz Packham no clip acima. "É um tiro no escuro, mas estamos usando a melhor evidência que temos".

"Eu sinto que esse som induz o medo", responde Clarke. "As pessoas pensam que você precisa de um rugido para ser realmente assustador, mas não é o som mais assustador que você já ouviu?"

Os pesquisadores descrevem o som como uma batida de ritmo baixo, semelhante aos sons que você costuma ouvir nas música de filmes de terror, porque o ruído de baixa frequência, que muitas vezes é sentida e ouvida, é mais assustador ou mesmo paralisante do que a alta frequência.

Estudar o ouvido interno de T-rex mostrou que ele também era particularmente sensível aos sons de baixa frequência, que podem atravessar o solo, sugerindo que pode ter sido assim que as criaturas "conversaram" umas com as outras em longas distâncias, como elefantes e baleias fazem. 

Você pode querer ver...
A história da mulher que engravidou mesmo sem ter vagina
Curiosidades Há 10 horas
A história da mulher que engravidou mesmo sem ter vagina A história confundiu até mesmo os médicos e é muito mais estranha do que se pode imaginar.
Cafeteria coreana faz sucesso ao parecer história em quadrinhos
Entretenimento Há 11 horas
Cafeteria coreana faz sucesso ao parecer história em quadrinhos Os fãs de mangá com certeza vão amar poder entrar "dentro das páginas" dos livros.
Parece ficção! conheça o Elevador para o Espaço.
Ciência Há 12 horas
Parece ficção! conheça o Elevador para o Espaço. A ideia do grupo é construir um elevador com capacidade para no máximo 30 pessoas, com formato oval que rasgará os céus a 200km/h em um total de oito dias.
9 ideias que com certeza vão melhorar o dia-a-dia nas cidades
Entretenimento Há 9 horas
9 ideias que com certeza vão melhorar o dia-a-dia nas cidades Pensar em urbanismo é importante para a locomoção e bem-estar das pessoas.
Conheça a vacina auto aplicável e que pode ser enviada por Correio!
Curiosidades Há 12 horas
Conheça a vacina auto aplicável e que pode ser enviada por Correio! A ideia é que, se você precisar tomar uma vacina para a gripe por exemplo, mas não tem condições de ir a uma clínica pagar para aplicar a vacina.
Pombos e azar: Como o Tinder foi desenhado para ser viciante
Curiosidades Há 13 horas
Pombos e azar: Como o Tinder foi desenhado para ser viciante Conheça o estudo realizado nos anos 40 que foi responsável pela criação do recurso de "deslizar para a direita"
Últimas postagens
1
A história da mulher que engravidou mesmo sem ter vagina
2
Cafeteria coreana faz sucesso ao parecer história em quadrinhos
3
Parece ficção! conheça o Elevador para o Espaço.
4
Curioso! Quatis estão usando sabonetes para se higienizarem.
5
9 ideias que com certeza vão melhorar o dia-a-dia nas cidades
6
Conheça a vacina auto aplicável e que pode ser enviada por Correio!
7
Pombos e azar: Como o Tinder foi desenhado para ser viciante
8
9 atos de bondade que vão alegrar o seu dia
9
Nova fonte pode aumentar as suas redações em até 10%
10
Curiosidades históricas sobre a saúde e higiene do passado
Parceiros
Publicidade