Mulher com uma marca de nascença descobre ser a própria gêmea

Taylor Muhl sempre achou o seu corpo estranho, recentemente ela descobriu que é uma fusão com a sua própria gêmea.

Mulher com uma marca de nascença descobre ser a própria gêmea
Escrito por: Ms Redação 01 de março de 2018 20h22 Comentários

A cantora Taylor Muhl, da Califórnia, tem uma marca de nascença rara no centro de seu corpo. Um lado do tronco e da coluna é um pouco mais vermelho do que o resto. Ela também possui vários outros traços que indicam algo incomum.

"Tudo no lado esquerdo do meu corpo é um pouco maior do que o lado direito", ela escreve em seu blog. "Eu tenho um dente duplo no lado esquerdo da minha boca e muitas sensibilidades e alergias a alimentos, medicamentos, suplementos, jóias e picadas de insetos".

Depois de conversar com um médico familiarizado com condições médicas raras, ela descobriu que ela tem dois conjuntos de DNA.

"Não só isso, foi dito que eu tenho dois sistemas imunológicos e duas correntes sanguíneas ".

Taylor tem quimerismo tetragametico. Isso ocorre quando dois óvulos separados são fertilizados por dois espermatozoides diferentes e, em seguida, um dos embriões absorve o outro durante os primeiros estágios de desenvolvimento. Pessoas com este tipo de quimerismo podem ter dois tipos de sangue, como Taylor, ou diferentes cores oculares.

O quimerismo é raro, com apenas cerca de 100 casos documentados em seres humanos. Pessoas com a condição podem viver sem complicações, apenas com pigmentação da pele alterada. Várias pessoas só tomaram consciência de sua condição após exames de sangue. Em 2006, uma mãe tinha que provar que seus filhos eram seus próprios depois que um exame de sangue mostrou que seu DNA não combinava o DNA deles, devido à presença do DNA de seu gêmeo.

Em pacientes quiméricos, a maioria das células geralmente acaba por vir de apenas um conjunto do DNA. Em alguns casos, a pessoa pode desenvolver genitais ambíguos, se os embriões gêmeos desenvolvidos contêm diferentes cromossomos (ou seja, se um gêmeo é masculino e o outro é feminino).

No caso de Muhl, ambos os embriões que ela desenvolveu eram do sexo feminino. No entanto, ela sofreu problemas de saúde por causa da mistura de DNA.

"Meu corpo reage ao DNA e às células do meu gêmeo como matéria estranha, comprometendo meu sistema imunológico a ser muito menor do que a de uma pessoa média. Devido a isso, eu, infelizmente, sofro de problemas autoimunes e de saúde".

Taylor descobriu que ela era sua própria gêmea em 2009, e divulgou a condição no final do ano passado para alertar sobre a condição e seu vínculo com doenças auto-imunes.

"Eu senti que era importante mostrar toda a minha demarcação física porque, no negócio do entretenimento, há uma pressão esmagadora para parecer fisicamente perfeita ou dentro de um certo estereótipo físico", escreveu na época.

"Espero que, ao mostrar minhas próprias imperfeições, possa inspirar outras pessoas que tenham anormalidades físicas ou que sejam diferentes, para nunca permitir que elas as impeçam de perseguirem seus sonhos, se amem incondicionalmente e saibam que são lindas do jeito que são".

 

Você pode querer ver...
De bicicleta, homem é mais rápido do que trem
Entretenimento Há 11 horas
De bicicleta, homem é mais rápido do que trem Ele andou mais de 200 km e chegou na estação antes do trem em que sua namorada estava.
13 fotos em que o fundo fez toda a diferença no resultado
Entretenimento Há 11 horas
13 fotos em que o fundo fez toda a diferença no resultado Nem sempre o que está em foco é a parte mais engraçada de uma foto.
Coreano fica famoso no Youtube postando vídeos enquanto estuda
Entretenimento Há 1 dia
Coreano fica famoso no Youtube postando vídeos enquanto estuda Quem diria, né?
Empresa cria sorvete que realmente pode deixar você bêbado
Entretenimento Há 2 dias
Empresa cria sorvete que realmente pode deixar você bêbado Quem gosta de ficar bêbado, mas não gosta de beber, vai gostar bastante dessa.
Conheça a vila dos Pit bulls com casas reais para os animais
Entretenimento Há 2 dias
Conheça a vila dos Pit bulls com casas reais para os animais Os pit bulls vivem em cabanas e aproveitam uma vida serena e tranquila.
Torcida do México causou pequeno terremoto comemorando o gol
Entretenimento Há 2 dias
Torcida do México causou pequeno terremoto comemorando o gol O Terremoto do México foi muito mais do que uma expressão de linguagem.
Últimas postagens
1
De bicicleta, homem é mais rápido do que trem
2
13 fotos em que o fundo fez toda a diferença no resultado
3
Coreano fica famoso no Youtube postando vídeos enquanto estuda
4
Implante permite diabéticos controlar a glicose usando café
5
Empresa cria sorvete que realmente pode deixar você bêbado
6
Conheça a vila dos Pit bulls com casas reais para os animais
7
Torcida do México causou pequeno terremoto comemorando o gol
8
Avó nos EUA briga contra lince e consegue enforcá-lo
9
Jogador de basquete de 12 anos consegue enterrar sem pular
10
Choveu frutos do mar na China! Literalmente
Parceiros
Publicidade