Condenado pode escapar da morte por "não lembrar" do crime

Madison desenvolveu demência no tempo que estava preso e não se lembra de mais nada, nem porque está preso.

Condenado pode escapar da morte por
Escrito por: Ms Redação 27 de fevereiro de 2018 22h56 Comentários

Um preso condenado à morte pode ser poupado da execução, porque ele não tem memória dos crimes.

Vernon Madison esteve no corredor da morte no Alabama há mais de 30 anos depois de ter sido condenado em abril de 1985 por ter matado um policial. Ele deveria ser executado no mês passado e ficou a 30 minutos de cumprir a sentença quando a Suprema Corte emitiu uma pausa temporária.

Esta semana, o tribunal concordou em decidir se a execução do preso, 67, constituirá "punição cruel e incomum". Nos anos intermediários desde a sua condenação, o preso sofreu vários derrames resultando em demência. Os advogados de Madison da Equal Justice Initiative (EJI) argumentam que, em seu estado atual, ele não pode mais se lembrar de seus crimes nem entender o vínculo entre os crimes e o castigo que ele recebeu.

A EJI suplicou a Suprema Corte para tomar o caso e esclarecer se a execução de alguém com demência é constitucional.

Madison ficou cego por seus derrames e tem discurso limitado, bem como problemas de mobilidade.

"É indiscutível que o Sr. Madison sofre de demência vascular como resultado de múltiplos derrames graves nos últimos dois anos e já não tem memória do crime pelo qual ele deve ser executado", afirma o EJI, conforme relatado pela AL.com.

"[Ele] não compreende racionalmente por que o Estado do Alabama está tentando executá-lo", acrescentaram em um novo pedido.

O Supremo Tribunal dos EUA decidiu anteriormente que a execução de prisioneiros que não entendem o que a execução implica, ou por que eles devem ser executados, viola a proibição de "punições cruéis e incomuns". Isso inclui pessoas com doenças mentais graves e deficiências cognitivas.

Em 2016, o Tribunal de Apelação do Circuito dos EUA decidiu que, devido à perda de memória, ele não era mais elegível para a execução. No entanto, esta decisão foi revogada pouco depois. Embora um especialista em defesa descobriu que o QI de Madison era apenas de 72, e ele fala sobre viver na Flórida quando for "liberado", um tribunal inferior decidiu que o Supremo Tribunal não tinha estabelecido precedentes de que "um prisioneiro é incompetente para ser executado por não lembrar de sua parte no crime ".

A Suprema Corte agora ouvirá o caso de Madison e potencialmente esclarecerá se é constitucional executar alguém que não tenha memória de seus crimes por demência ou deficiência cognitiva.

Madison foi condenado por matar o policial Julius Schulte em abril de 1985.

Você pode querer ver...
Cafeteria coreana faz sucesso ao parecer história em quadrinhos
Entretenimento Há 11 horas
Cafeteria coreana faz sucesso ao parecer história em quadrinhos Os fãs de mangá com certeza vão amar poder entrar "dentro das páginas" dos livros.
9 ideias que com certeza vão melhorar o dia-a-dia nas cidades
Entretenimento Há 9 horas
9 ideias que com certeza vão melhorar o dia-a-dia nas cidades Pensar em urbanismo é importante para a locomoção e bem-estar das pessoas.
9 atos de bondade que vão alegrar o seu dia
Entretenimento Há 1 dia
9 atos de bondade que vão alegrar o seu dia A bondade faz bem para toda a humanidade. Confira algumas fotos de pessoas tentando tornar esse mundo um lugar melhor.
Nova fonte pode aumentar as suas redações em até 10%
Entretenimento Há 1 dia
Nova fonte pode aumentar as suas redações em até 10% Tem que fazer aquele trabalho de três folhas? Talvez essa fonte pode te ajudar a conseguir esse objetivo mais rapidamente.
Cidades dos EUA ficam em alerta em caso de um
Entretenimento Há 2 dias
Cidades dos EUA ficam em alerta em caso de um "Snakenado" Essa é uma ideia muito mais aterrorizante do que um Sharknado.
Na Coréia pais estão contratando
Entretenimento Há 2 dias
Na Coréia pais estão contratando "tios" para intimidar bullies A ideia é contratar um funcionário intimidador para botar medo nos valentões.
Últimas postagens
1
A história da mulher que engravidou mesmo sem ter vagina
2
Cafeteria coreana faz sucesso ao parecer história em quadrinhos
3
Parece ficção! conheça o Elevador para o Espaço.
4
Curioso! Quatis estão usando sabonetes para se higienizarem.
5
9 ideias que com certeza vão melhorar o dia-a-dia nas cidades
6
Conheça a vacina auto aplicável e que pode ser enviada por Correio!
7
Pombos e azar: Como o Tinder foi desenhado para ser viciante
8
9 atos de bondade que vão alegrar o seu dia
9
Nova fonte pode aumentar as suas redações em até 10%
10
Curiosidades históricas sobre a saúde e higiene do passado
Parceiros
Publicidade