Cientistas criam a equação para assar a pizza perfeita

Que tal fazer uma pizza como os italianos?

Cientistas criam a equação para assar a pizza perfeita
Escrito por: Ms Redação 06 de novembro de 2018 23h28 Comentários

Dois físicos e um antropólogo alimentar entram em uma pizzaria italiana...

Não, não estamos preparando uma piada de mau gosto. Em vez disso, essa é a premissa de um estudo real descrevendo como fazer uma pizza perfeita usando princípios termodinâmicos relevantes para os processos de cozimento adotando uma abordagem bastante padronizada.

"Provando e riprovando", que traduz aproximadamente como "Provando e provando de novo", explicou o autor Andrey Varlamov em um comunicado.

"Falando com os italianos, visitando as diferentes pizzarias, falando com pizzaiolo, tentando aprender com eles a experiência de gerações", disse Varlamov. Ou seja, a pesquisa deles erra literalmente ir em pizzarias romanas pedindo pizzas margherita cobertas com tomates, mussarela e manjericão.

De acordo com um pizzaiolo, deve-se “vir sempre buscar uma pizza antes das 8 da noite ou depois das 10 da noite, quando a pizzaria está meio vazia” para uma fatia perfeita. Isso é por causa da capacidade do forno. Em um forno a lenha com um fundo refratário, uma pizza deve ser assada entre 325° a 330°C por 120 segundos. Durante o horário de pico, as pizzarias aumentam o calor do forno para cerca de 390°C para acomodar mais pessoas e seus pedidos. As pizzas saem do forno a cada 50 segundos e têm uma qualidade muito menor. NADA 

Os fornos de tijolos, argumentam os autores, são melhores produtores de pizza devido à forma como o calor é transferido. Então, eles criaram uma equação para a pizza perfeita para você experimentar em casa.

Fornos de tijolos tradicionais têm um fogo a lenha que queima em um canto, permitindo que o calor seja transferido e irradiado uniformemente por todo o forno curvo a céu aberto. Em fornos elétricos normais, a pizza é frequentemente colocada diretamente na prateleira de metal. Mas o metal conduz o calor com mais força do que o tijolo, de modo que a parte inferior da pizza absorve o calor mais rapidamente do que o restante. Usando a mesma técnica que os nossos amigos italianos vai essencialmente transformar a pizza em “carvão”.

É aí que entra a equação número 13. Para explicar essa mudança na condutividade, os autores dizem que os apreciadores de pizza devem baixar o fogo para 230°C e assar a pizza por apenas 170 segundos. Coberturas adicionais com mais teor de água podem exigir um tempo maior de cozimento devido à evaporação, mas você terá que ler o restante do estudo publicado no arXiv por si mesmo (em inglês).

Você pode querer ver...
Natal: como não engordar nessa época?
Curiosidades Há 1 mês
Natal: como não engordar nessa época? De acordo com uma pesquisa realizada por cientistas, se você prestar atenção em dicas simples sem exagerar nas bebidas e comidas o ganho de peso é muito menor no fim de ano.
Pelos: por que temos?
Ciência Há 1 mês
Pelos: por que temos? Essa pergunta foi respondida, pelos menos parcialmente, por pesquisadores da Universidade da Pensilvânia que publicaram um estudo na revista científica Cell Reports.
Aplicativo promete detectar anemia sem agulhas
Curiosidades Há 1 mês
Aplicativo promete detectar anemia sem agulhas De acordo com os autores, os resultados são animadores e que pretendem disponibilizar para download até o fim do primeiro semestre de 2019.
Novos sóis e novos planetas: vida fora da Terra?
Curiosidades Há 1 mês
Novos sóis e novos planetas: vida fora da Terra? O estudo demonstra que esses planetas sejam rochosos, havendo um equilíbrio para a existência de vida nesses planetas.
Primeira pomada contra picada de aranha
Ciência Há 1 mês
Primeira pomada contra picada de aranha Pesquisadores do Instituto Butatã (IB) anunciaram a produção de uma pomada capaz de salvar uma pessoa de uma picada de aranha-marrom (Loxosceles sp).
Aranha amamenta seus filhotes?
Curiosidades Há 1 mês
Aranha amamenta seus filhotes? Pesquisadores chineses afirmam que sim. Eles descobriram que uma espécie de aranha age de modo semelhante com seus filhotes.
Últimas postagens
1
Mileva, o braço direito de Einstein
2
Tartarugas marinhas são infiéis
3
Miopia: como ter uma visão melhor?
4
Ataques cardíacos no Natal e Ano Novo
5
Que palavras nos tornam humanos?
6
Farout: o planeta cor-de-rosa
7
Botas de fungos e suor
8
A formiga drácula: mandíbulas mais potentes do mundo
9
Natal: como não engordar nessa época?
10
Pelos: por que temos?
Parceiros
Publicidade