Cientista adverte: Podemos enfrentar um apocalipse em breve

Não é um apocalipse zumbi, mas é tão assustador quanto.

Cientista adverte: Podemos enfrentar um apocalipse em breve
Escrito por: Ms Redação 19 de outubro de 2017 00h09 Comentários

Uma cientista pediu um esforço global para parar o aumento de bactérias resistentes a antibióticos, advertindo que, se não agirmos, 10 milhões de pessoas poderiam morrer por ano por doenças resistentes a drogas.

A professora Dame Sally Davies, médica do Reino Unido, advertiu que, sem uma ação global rápida, poderíamos ver o "fim da medicina moderna" à medida que nossos antibióticos se tornam inúteis contra as cepas de bactérias resistentes aos medicamentos.

Atualmente, apenas na América, pelo menos 2 milhões de pessoas estão infectadas com bactérias resistentes aos antibióticos e pelo menos 23 mil pessoas morrem todos os anos como resultado direto, de acordo com o Centro de Controle de Doenças. Globalmente, esse número é de cerca de 700.000. A profª Davies, falando em um encontro global de chefes de saúde para revelar um novo projeto que mapeia a propagação da morte e da doença a partir de superbacterias resistentes a drogas, advertiu que nos próximos 30 anos isso poderia aumentar para mais de 10 milhões, à medida que mais bactérias se tornam resistentes para antibióticos.

"Nós realmente estamos enfrentando, se não agimos agora, um terrível apocalipse pós-antibiótico", disse Davies na conferência em Berlim. "Não quero dizer aos meus filhos que não fiz o meu melhor para protegê-los."

Ela lançará uma campanha no Reino Unido no final deste mês pedindo aos pacientes que não exijam antibióticos de seus médicos. Ela disse que os pacientes pensam que os médicos estão sendo "malvados" quando se recusam a prescrever antibióticos, quando realmente eles estão tentando prescrever menos em parte de um esforço global para evitar novas variedades de bactérias resistentes aos medicamentos que evoluem.

"Pesquisas descobriram que muitas vezes [o público] pensa que os médicos estão tentando economizar dinheiro", disse ela na conferência, informou Telegraph. "Quando na verdade eles estão tentando salvar as drogas, para que elas funcionem quando são realmente necessárias".

Dame Davies advertiu que as drogas são frequentemente administradas a pacientes exigentes que estão com resfriados e vírus, mesmo que os antibióticos não ajudem a curar este tipo de problema.

As superbactérias resistentes a medicamentos estão se tornando um problema maior, e ela pediu ao mundo para agir, dizendo que até agora fomos lentos demais em nossas ações.

"Esta resistência antimicrobiana está conosco agora, matando pessoas", disse Davies. "Isso só piorará a menos que tomemos uma ação forte em todo o mundo. Precisamos de algum trabalho real no terreno para fazer a diferença ou arriscamos o fim da medicina moderna ".

Você pode querer ver...
Duelo animal: Família de lontra enfrenta crocodilo
Entretenimento Há 1 dia
Duelo animal: Família de lontra enfrenta crocodilo Apesar de pequenas, as lontras são bem mais corajosas do que parecem.
100 Anos - O filme que só poderá ser visto em 2115
Entretenimento Há 1 dia
100 Anos - O filme que só poderá ser visto em 2115 Conheça o estranho filme que foi trancado em um cofre e só sera exibido daqui 100 anos.
Conheça a história do avô mais jovem do mundo
Curiosidades Há 1 dia
Conheça a história do avô mais jovem do mundo Ao contrário do que o título de avô mais jovem do mundo pode levar alguém a pensar, Tommy de 23 anos é um homem sábio.
A história da mulher que engravidou mesmo sem ter vagina
Curiosidades Há 2 dias
A história da mulher que engravidou mesmo sem ter vagina A história confundiu até mesmo os médicos e é muito mais estranha do que se pode imaginar.
Cafeteria coreana faz sucesso ao parecer história em quadrinhos
Entretenimento Há 2 dias
Cafeteria coreana faz sucesso ao parecer história em quadrinhos Os fãs de mangá com certeza vão amar poder entrar "dentro das páginas" dos livros.
Curioso! Quatis estão usando sabonetes para se higienizarem.
Curiosidades Há 2 dias
Curioso! Quatis estão usando sabonetes para se higienizarem. Um grupo de quatis estão usando sabonetes, sabão e detergentes para se higienizarem. O acontecimento foi registrado na Ilha do Campeche em Florianópolis.
Últimas postagens
1
Como a URSS usou bombas nucleares para apagar incêndios
2
Segundo estudo é possível fazer 30 minutos de execícios em 2
3
Duelo animal: Família de lontra enfrenta crocodilo
4
100 Anos - O filme que só poderá ser visto em 2115
5
Observatório evacuado tinha um problema mais grave que ETs
6
Conheça a história do avô mais jovem do mundo
7
A história da mulher que engravidou mesmo sem ter vagina
8
Cafeteria coreana faz sucesso ao parecer história em quadrinhos
9
Parece ficção! conheça o Elevador para o Espaço.
10
Curioso! Quatis estão usando sabonetes para se higienizarem.
Parceiros
Publicidade