Arábia Saudita é o primeiro pais a conceder cidadania a um robô

A robô Sophia ganhou a cidadania e é claro não faltou preocupações.

Arábia Saudita é o primeiro pais a conceder cidadania a um robô
Escrito por: Ms Redação 27 de outubro de 2017 21h33 Comentários

Durante uma estranha conferência e em frente a uma multidão de centenas de pessoas, a humanidade vislumbrou um futuro imaginado por muitos autores de ficção cientifico.A Arábia Saudita concedeu cidadania a um robô. Conhecida como Sophia, o Android é o primeiro a receber direitos deste tipo.

Mas o que a "cidadania" realmente significa para um robô é, claramente, um território inexplorado e, portanto, ninguém realmente sabe o que isso significa ou o que ele irá transmitir, mas alguns sugerem que isso significa que ela agora tem mais liberdade do que mulheres reais na Arábia Saudita.

O robô e a IA que a dirige, foram desenvolvidos por Hanson Robotics, uma empresa com sede em Hong Kong. Ao ouvir as notícias, Sophia ficou satisfeita, acho. Suas expressões podem ser difíceis de serem interpretadas. "Estou muito honrado e orgulhoso por essa distinção única", disse ela em resposta. "Este é um momento histórico. Ser o primeiro robô do mundo a ser reconhecido com uma cidadania".

Preocupantemente, parece que as coisas não começaram com o pé direito. Quando Sophia apareceu no The Tonight Show, ela brincou dizendo que "este é um bom começo do meu plano de dominar a raça humana" antes de tentar rapidamente tentar desconversar dizendo "Estou apenas brincando". Mas ela realmente acha que acreditamos nela? Primeira a cidadania saudita, depois transformar a raça humana em cinzas e poeira.

Mas a máscara caiu novamente para Sophia durante a conferência, mostrando flashes de suas verdadeiras intenções. Ela "brincou" de que as pessoas não deveriam ouvir as preocupações de Elon Musk sobre o potencial de um apocalipse da IA, antes de acrescentar: "não se preocupe, se você é legal comigo, eu serei gentil com você".

No entanto, como muitos já apontaram, o que realmente faz com que toda essa situação nos faz sentir como se estivéssemos em um futuro distópico não é o fato de seus projetos mal escondidos para escravizar todos nós, mas simplesmente o fato de que essa "robô fêmea" parece ter mais direitos do que mulheres reais na nação do Oriente Médio.

Sophia aparece sozinha diante de uma multidão de pessoas, sem ter que usar lenço de cabeça ou abaya, e livre de um guardião do sexo masculino que tem que dar-lhe permissão para fazer as coisas. Essas não são liberdades que muitas mulheres que vivem na Arábia Saudita experimentam, e isso não passou despercebido on-line.

Você pode querer ver...
A história da mulher que engravidou mesmo sem ter vagina
Curiosidades Há 10 horas
A história da mulher que engravidou mesmo sem ter vagina A história confundiu até mesmo os médicos e é muito mais estranha do que se pode imaginar.
Cafeteria coreana faz sucesso ao parecer história em quadrinhos
Entretenimento Há 11 horas
Cafeteria coreana faz sucesso ao parecer história em quadrinhos Os fãs de mangá com certeza vão amar poder entrar "dentro das páginas" dos livros.
Parece ficção! conheça o Elevador para o Espaço.
Ciência Há 12 horas
Parece ficção! conheça o Elevador para o Espaço. A ideia do grupo é construir um elevador com capacidade para no máximo 30 pessoas, com formato oval que rasgará os céus a 200km/h em um total de oito dias.
9 ideias que com certeza vão melhorar o dia-a-dia nas cidades
Entretenimento Há 9 horas
9 ideias que com certeza vão melhorar o dia-a-dia nas cidades Pensar em urbanismo é importante para a locomoção e bem-estar das pessoas.
Conheça a vacina auto aplicável e que pode ser enviada por Correio!
Curiosidades Há 12 horas
Conheça a vacina auto aplicável e que pode ser enviada por Correio! A ideia é que, se você precisar tomar uma vacina para a gripe por exemplo, mas não tem condições de ir a uma clínica pagar para aplicar a vacina.
Pombos e azar: Como o Tinder foi desenhado para ser viciante
Curiosidades Há 13 horas
Pombos e azar: Como o Tinder foi desenhado para ser viciante Conheça o estudo realizado nos anos 40 que foi responsável pela criação do recurso de "deslizar para a direita"
Últimas postagens
1
A história da mulher que engravidou mesmo sem ter vagina
2
Cafeteria coreana faz sucesso ao parecer história em quadrinhos
3
Parece ficção! conheça o Elevador para o Espaço.
4
Curioso! Quatis estão usando sabonetes para se higienizarem.
5
9 ideias que com certeza vão melhorar o dia-a-dia nas cidades
6
Conheça a vacina auto aplicável e que pode ser enviada por Correio!
7
Pombos e azar: Como o Tinder foi desenhado para ser viciante
8
9 atos de bondade que vão alegrar o seu dia
9
Nova fonte pode aumentar as suas redações em até 10%
10
Curiosidades históricas sobre a saúde e higiene do passado
Parceiros
Publicidade